Ajuda menina

Escolha os nomes de menina que mais gosta de cada seleção que criámos para si e faça as suas própias listas. O processo de escolha do nome de bebé não é fácil e os pais precisam chegar a um consenso e nem sempre é um processo simples que os dois cheguem a um acordo para um nome que agrade a ambos. Mitch Reitz de Lincoln, Nebrasca, captou a sua filha a tentar salvar um sapo perdido no seu quintal. Apesar das boas intenções da menina este salvamento não podia ter corrido pior. Enquanto o ... Menina de 10 anos gravida por estupro receberá ajuda de Felipe Neto e Whindersson Nunes. De acordo com os noticiarios brasileiro, uma menina de 10 anos, foi estuprada e esteve gravida durante 22 semanas. E o suspeito principal, é o seu tio de 33 anos, que estava desaparecido neste exacto momento. Neste vídeo a menina pobre descobre que seu pai não é seu pai e sim o homem que a roubou de sua mãe verdadeira. E a menina rica vai ajuda-la mais a encontrar sua mãe.\r\rEste vídeo é a parte 2 da novelinha menina rica ajuda menina pobre. Assista também a parte 1 que está muito legal\r\rMENINA RICA AJUDA MENINA POBRE - PARTE1\r\r\rSIGA MINHAS REDES SOCIAIS\r Musicaly.ly: mundo_da_vivi ... S ÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O caso da menina de 10 anos que engravidou após ser estuprada repetidas vezes pelo tio causou indignação também entre os influenciadores digitais. Felipe Neto, 32, e Whindersson Nunes, 25, se ofereceram para ajudar financeiramente a garota, que teve um aborto realizado com autorização judicial no domingo (16). Valentina, a menina de nove anos que morreu às mãos do pai e da madrasta, em Peniche, sofreu um autêntico calvário de tortura na noite em que perdeu a vida, e agora, sabe-se que tentou apelar à ajuda da madrasta, ainda que através da linguagem corporal. Conforme noticiam diversos meios de comunicação internacionais, a cantora norte-americana doou cerca de 26 mil euros (aproximadamente) a Vitória Mário, que pediu ajuda de forma a que pudesse ... Nelson Ferreira, bombeiro tomarense que faz parte do Regimento de Sapadores Bombeiros de Lisboa, foi um dos operacionais que ajudou a salvar uma menina de dois anos que estava trancada num carro.. A equipa de sapadores libertou a pequena Francisca de dentro de um carro que estava trancado de forma automática. “Obrigada por tudo! A foto de uma menina trocando máscara por alimento num sinal do Recreio dos Bandeirantes viralizou em poucas horas. Por volta das 9h desta quarta-feira, o empresário Rúbio de Santana, de 33 anos, parou na Avenida Alfredo Baltazar da Silveira, no bairro da Zona Oeste do Rio, e viu a menina franzina entre os carros e os outros vendedores. Palavras que rimam com menina. Carolina, bailarina, piscina, divina, ilumina, termina, rotina, pequenina e outras rimas foram encontradas.

Vontade de chorar ao editar um documentário sobre a tragédia de Mariana em 2015

2020.10.21 01:38 Lohancn Vontade de chorar ao editar um documentário sobre a tragédia de Mariana em 2015

Sou editor de vídeo, e fui convidado a algumas semanas a fazer um ep, no caso o terceiro, de um documentário/série sobre o rompimento da barreira da Samarco em 2015.
Meu ep fala sobre o trabalho dos voluntários, que foram pra cidade ajudar as pessoas vítimas do desastre.
Tudo ia bem, até um dos entrevistados, que fui nos primeiros dias pós desastre, através de uma comitiva da sua igreja evangélica, contar como foram os primeiros dias de ajuda, que a princípio era tentar limpar a lama das casas.
Uma das primeiras casa sonde essa pessoa chegou para ajudar estava com lama até a altura do joelho, e a família que morava alí é composta por 3 pessoas, um homem, uma mulher e uma menina de 7anos na época.
O que me despertou um desejo de choro foi o relato da menina com uma vassoura na mão e uma boneca na outra, sem nenhuma dimensão do que havia acontecido e se oferecendo pra ajudar a limpar a casa.
Pode não parecer pelo meu relato, até porque não dá pra transmitir o sentimento da entrevista, mas aquela fala, somada a todas as imagens que eu tenho visto para montar o doc, e ver todos os outros relatos de pessoas que perderam tudo do dia pra noite, despertou em mim uma tristeza que a muito eu não sentia.
Espero que hoje essa família tenha conseguido se recuperar, e que estejam todos bem, que a menina esteja estudando e que o futuro lhes reservem mais momentos de alegria.
submitted by Lohancn to desabafos [link] [comments]


2020.10.20 03:53 Control-Much Eu me sinto estranho, eu sou estranho pra caralho

Geralmente eu não sou um cara de pedir auto-ajuda, sinceramente esse é meu primeiro post aqui no Reddit, (acredito que já lurkei o suficiente) a real é que eu fui abusado pela amante do meu pai bem novo. (ela tinha 24 e eu tinha 8) isso se perpétuo até meus 13 eu acho com isso a infame desgraçada além de enfiar o dedo no meu rabo conseguiu me transformar em um garoto bem introvertido e quieto, logo, um punheteiro bem novo ela conseguiu me “depravar” bem novo fazendo eu me tornar uma batata social que vivia em função de realizar os desejos pedófilos dela, na real é que eu me sinto culpado por gostar disso além dela ser amante do meu pai e morar na minha casa como se fosse filha da minha mãe (ela simplesmente agiu como santa para ser acolhida pela minha mãe, a mesma tratava ela como minha irmã) logo isso me fez desenvolver vários problemas como fobia social e problemas de insônia pós ela fazia questão de me “felar” a noite assim quando bem entendia, eu geralmente falava não e que ela não podia fazer aquilo comigo então ela tampava minha boca com a mão e continuava.
A longo prazo isso me ferrou de diversas formas tanto nos meus relacionamentos, quanto na vida social e profissional. Além deu ter ereções aleatórias, isso não parou nem depois da puberdade. Eu sou um viciado em pornografia e sexualizo coisas simplesmente não saudáveis, claramente minha mente se tornou perturbada depois daquilo, mas eu nunca desenvolvi um quandro mais sério quando eu era novo, não comparando do que eu desenvolvi uns anos para cá.
Bom, assim que eu cheguei nos 14 e arrumei minha primeira namorada é que eu tive uma epifania, a primeira é que minha vó é uma arrombada (ela simplesmente impatou a minha primeira foda porque minha mãe pos ela de babá para não deixar eu meter o boneco na menina, depois que minha vó expulsou ela da minha casa logo depois essa garota terminou comigo) a segunda é que minha vida não tinha muito sentido as pessoas me usavam para ter o que elas queriam seja prazer momentâneo, objetos, serviços ou apóio moral e logo depois me descartam como um trapo velho, isso tudo veio junto com a morte do meu tio com 42 facadas na barriga, querendo ou não meu tio além de um grande cheirador de coca, era um dos meus melhores amigos (Ele me mostrou jogos online, lan houses, amigos, e cuidava de mim verdadeiramente sem pedir nada em troca além de um dinheiro para ele comprar um saquinho da fininha as vezes) Ele simplesmente curou minha fobia social e fez eu ter a infância que eu tinha perdido por ser um escravo sexual sem amigos de uma deposito imunda que nunca se importou comigo.
Assim que ele morreu meu mundo desabou foi a primeira experiência com a morte que eu tive, logo de alguém tão próximo, isso me quebrou de diversas formas.
Com isso veio a inevitável depressão eu literalmente só existia para um propósito merda, eu comecei a fumar cigarro para passar a ansiedade bem novo com 15 eu já fumava os “diversos” aquilo me trazia a sensação de leveza, mesmo que fosse uma paz momentânea, era como se meu cérebro parasse de “autistar” (eu sou hiperativo) mesmo eu queimando cada sinapse cerebral que eu tinha, aquele amargo na boca me deixava calmo.
Meu vício e depressão perduraram até um webnamoro merda que eu tive em que eu acreditava que era a “garota perfeita” pura ilusão de um emocionado eu realmente pensei que eu poderia vê-la, ter uma família com ela, conseguir consertar as merdas que eu fiz para mim mesmo e começar a amar o falo ambulante que as pessoas acham que eu sou, eu simplesmente dei tudo para ela e durante os primeiros 7 meses foi tudo ok, era muito amor e muita consideração minha, pois eu sou um cara muito “good guy”, ela tinha uma depressão bem forte por conta do pai abusivo e da mãe ausente (o pai dela é pastor e espanca os filhos, fica bêbado, vive na degeneração, bolsominion) esses pontos que geraram uma “femcel” esquerdista e bissexual.
Ela era fofa, eu achava que estava apaixonado, mas como todos os meus namoros ela só meu usou porque não tinha nada melhor. E me trocou por um ex paulista “femboy” que exigia nudes dela e a travata como lixo, simplesmente eu me sentia muito culpado, pois eu tinha me iludido em algo que claramente não tinha futuro, mas eu sou extremamente carente então o melhor encantamento para me levar no bolso é dizer que me ama, independentemente da circunstância, literalmente ela dizia coisas para eu me sentir horrível comigo mesmo e logo depois dizia que me amava, eu me sentia abraçando um cactu mesmo que não fosse de “verdade” era a primeira vez que alguém falava que me amava, eu entrei em pânico, mesmo eu sabendo cada segundo que aquilo não era o certo a se fazer e eu estava regredindo.
Querendo ou não ela me ajudou a superar uma fase da minha vida, mas eu nunca parei de me sentir um objeto. Na real eu ainda tive mais certezas disso eu simplesmente sou um dildo de plástico que estou na gaveta para quando elas não têm ninguém. (não eu não me considero bonito, longe disso eu to mais para brasileiro morador de periferia padrão)
Logo depois disso eu quis adiar o problema e começar a sair mais com meus colegas e meu primo começou a morar aqui por volta de 3 meses foi tudo tranquilo até que fomos num “hokah” (buteco adolescente) nós juntamos lá, eu comecei a beber até que perdi a inibição e comecei a ir em toda mulher que eu via pela frente igual um macaco, a primeira me achou simpático e me puxou pro canto quando tudo já ia dar certo um colega me barrou dizendo que ela já tinha “dono”, eu ri e meti um “a gente divide, né pae” meu colega riu muito, por ele conhecer ela a mais tempo eu decidi não “profita-la”, mesmo com ele não conseguindo pegar ela depois, por pura consideração pelo cara, eu fui em outras 6 depois dessa e tomei fora de todas e ganhei um apelido de 7.
Na real é que as garotas agora me viam como uma piada que está lá para quando inflar o ego delas para quando elas precisam, tradução literal: “esquento para um babaca com grana comer”. Esse foi um dos momentos mais WTF possíveis na minha vida se não fosse a briga com meu primo que rolou depois. Ele ouviu o que eu tinha comentado com o meu colega e como as pessoas gostam de me oprimir inventaram uma história vergonhosa sobre meus foras para parecer herói na frente no irmão do meu melhor amigo, e como o resto dos meus amigos de infância babam o ovo do meu primo eles literalmente concordaram com ele criando 3 histórias diferentes do ocorrido literalmente forçando que eles eram “os heróis que salvaram o pequeno betinha de ser cobrado na saida do butequinho”, além do meu primo viver se achando o bonzão ele era um gigolô da porra em casa e só aproveitava não dando uma foda para minha mãe, sendo que ela fazia das tripas coração pro arrombado ele nunca tratou ela do jeito que ela merecia, eu cobrei a mentira que ele inventou e simplesmente fui contra toda a minha rodinha de amigos sendo fraco e falho.
Eu não deixei ele falar toda aquela merda sem ter penalidades, mesmo implorando para ele parar de falar e párarmos de discutir, ele veio para cima eu dei um no queixo e na orelha.
Foi o suficiente para deixá-lo katinguelê, então ele me ameaçou de pegar uma faca para mim, então eu quebrei uma bacia de vidro e com a mão e com os cacos sagrando na minha mão eu falei “tu meu irmão, que viveu a vida toda comigo, vai me furar, na nossa casa, com a nossa família aqui, NA MINHA CASA?”. Além de jogar umas coisas na cara dele porque ele merecia.
Foi o suficiente para minha mãe expulsar ele de casa, meus amigos acharam que eu armei para ele e a pessoa que literalmente passou 16 anos da vida ao meu lado meu melhor amigo chupou o ovo do meu primo, vendo tudo que ele diz como verdade absoluta.
Mais cedo ou mais tarde íamos brigar eu acabei de brigar com outra pessoa que viveu a vida toda ao meu lado, isso para mim, é frustrante porque literalmente eu sou dependente de toda emoção positiva que as pessoas têm por mim, ele usou o argumento que eu sou “mimado” por não ter nada da forma que eu quero, mesmo eu saindo errado em tudo quase sempre. Esse argumento ele valida falando que “eu tive tudo na vida agora não aguento perder”, eu esqueci de falar que a amante do meu pai antes de ser pega pela minha mãe roubou todo o dinheiro do meu pai e sumiu do mapa.
Meu pai trabalha no comércio então com a crise, inflação, copa do mundo, carnaval e covid. A gente sempre passa um aperto aqui e alí.
Eu simplesmente sou muito sensível a essa merda eu não sei porque esse padrão aleatório de merda me segue e eu não consigo ser feliz, ou do porque eu me importar com isso.
¹Edit: eu comecei a gostar de trans então a tampa do bueiro leva ao esgoto, por isso eu to aqui. ²Edit: eu me sinto sozinho e vulnerável ³Edit: eu sinto que a minha solução seria uma pessoa que sofreu tanto quanto eu para me entender verdadeiramente. ⁴Edit: esse post é frescurento para um caralho, pois eu sou horrível contando algo então essa merda parece pura frescura, mas foi traumático cada segundo ⁵Edit: apanhei para caralho na escola quando era muleque por ser esquisito ⁶Edit: minha irmã não me suportar e tentou me matar usando um iPhone 6 plus, ela quebrou ele na minha cabeça 8 (pontos). ⁷Edit: tentei me matar usando cabo de extensão no box do banheiro e pulando de uma cachoeira.
⁸Edit: é minha primeira vez sendo op aqui, não tenho muito experiência.
Also, acho que embananei essa porra para caralho e não cheguei em lugar nenhum, mas eu precisava de um lugar para postar essa merda sem polimentos com esses pensamentos abstratos antes que eu comece a chorar pelo quão random essa merda de vida é.
submitted by Control-Much to desabafos [link] [comments]


2020.10.19 16:05 thetaicy O CAPS da minha cidade é uma mentira

Comecei a tratar no particular com psiquiatra e psicóloga no final do ano passado (Depressão e Ansiedade Generalizada), acontece que moro numa cidade muito pequena (45mil hab.) Então especialistas só vêem de 15 em 15 dias. Estava tudo indo bem, caminhando para a remissão até vim o Covid, meu médico parou de atender na cidade, fiquei sem emprego e sem condições de me locomover pra outra cidade para pagar tratamento particular, tentei levar e por um tempo até deu, mas quando chegou Julho comecei a ter crises novamente. Algumas pessoas me indicaram procurar ajuda no CAPS, eu fui, levei todas minhas receitas, a menina atendente se quer olhou na minha cara, não olhou as receitas, só disse que eu teria que marcar numa policlinica com o clínico para ele me encaminhar, então eu fiz, acordei 4:30 da manhã pra pegar senha, consultei, ele passou um papel pra secretaria da policlinica com os meu dados para ser encaminhado para o caps, disseram que iriam entrar em contato comigo para agendar a consulta com o psiquiatra do caps, já fazem dois meses e até hoje nada... Já fui no caps e dizem que não tem encaminhamento nenhum, me mandam ir na policlinica de novo, mas já foi muito difícil arrumar forças pra pedir ajuda da primeira vez, não consigo nem mais sair de casa, eu só queria meus remédios....
submitted by thetaicy to desabafos [link] [comments]


2020.10.18 17:29 POL4RGTS Ed e Lorraine Warren Annabelle (Annabelle, 2014)

Em 1970 Donna e Angie dividiam um apartamento e em seu aniversário, Angie ganhou de sua mãe uma boneca que logo começou a aparecer em posições diferentes e até mesmo em outros cômodos da casa. De inicio elas não ligaram muito, no entanto o que deixou as garotas assustadas foi quando começaram a aparecer pergaminhos com mensagens de ajuda escritas a lápis, mesmo elas não tendo pergaminhos em casa
Após um dia de trabalho Donna chegou em casa e achou a boneca com as mãos ensanguentadas. Ela chamou uma médium que lhe disse que a boneca tinha dentro de si o espirito de uma menina de 7 anos que outrora tinha vivido na casa chamada Annabelle Higgins e que também tinha sido morta na propriedade. A boneca deixou claro que amava as duas moradoras e tinha o desejo de ficar com elas. Com pena da menina Donna resolveu realizar seu desejo e deixa-la com elas.
Porém em pouco tempo coisas piores começaram a acontecer Lou, um amigo das duas, foi sufocado enquanto estava dormindo no apartamento. No dia seguinte, ele e Angie ouviram barulhos no quarto de Donna. Lou foi ver o que era e encontrou Annabelle jogada no chão. Ele sentiu uma presença o observando e alguns segundos depois sentiu uma forte dor no peito, quando olhou para baixou viu que sua camisa estava machada de sangue. Abriu a camisa e encontrou sete cortes no peito.
Donna procurou um padre para dar um fim a tudo aquilo. Em alguns dias os Warren ficaram sabendo do caso e após demonstrar interesse foram investiga-lo. Começaram então a realizar sessões onde descobriram que a boneca não estava possuída pelo espirito de uma doce menina, mas sim manipulada por uma entidade demoníaca, que tinha como objetivo final possuir o corpo de uma das moradoras.
Iniciaram então a limpeza do apartamento com um exorcismo que durou por volta de sete dias. Após isso a boneca foi levada pelo casal para sua casa onde existe um museu ocultista até hoje.
CONTINUA...
submitted by POL4RGTS to historias_de_terroor [link] [comments]


2020.10.18 17:28 POL4RGTS Ed e Lorraine Warren The Conjuring 2 (Invocação do Mal 2, 2016)

No ano de 1977, a família Harper, que era composta por Peggy, uma mulher divorciada de 40 anos e seus quatro filhos (duas meninas e dois meninos), vivia normalmente em Enfield na Inglaterra, mas a partir do mês de agosto coisas estranhas começaram a acontecer na casa.
Certa noite Peggy foi acordada pelas crianças que estavam com medo de uma cadeira que ao que diziam estava se mexendo sozinha, achando que isso era fruto da imaginação deles ela ficou no quarto por um tempo, porém em alguns minutos uma cômoda se mexeu por volta de dois palmos de distancia, mesmo não tendo ninguém por perto. Ela pegou as crianças e sairam desesperados de casa buscando ajuda com os vizinhos. Eles revistaram a casa e o jardim em busca de algum possível invasor que estivesse causando os ruídos que Peggy lhes relatou e de algum forma tivesse mexido nos moveis, mas não encontram ninguém. Em vez disso, todos escutaram pancadas que ocorreram em curtos intervalos vindos de dentro da casa. Acharam melhor então chamar a polícia que que após ir no local registrou a ocorrência dizendo que a cadeira se mexia de forma inexplicável e que também era possível ouvir ruídos por toda a casa.
Em poucos dias as coias pioraram e em alguns cômodos objetos voavam, pegavam fogo, se ouviam mais barulhos e gemidos misteriosos, vindos de lugares onde não havia ninguém. Um dia Janet, sua filha de 12 anos, começou a entrar em transe frequentemente, falar com uma voz grossa e distorcida e subitamente levitou pela casa.
Quando a imprensa descobriu o caso, o Daily Mirror enviou o repórter Graham Morris para o local para testemunhar os acontecimento. E ele fez uma das fotos mais famosas: a levitação de Janet. Graham estava no quarto das meninas junto a mãe das mesmas quando Janet foi atirada de sua cama pela “entidade”. Nesse momento ele fez a imagem e foi essa imagem e seus relatos que convenceram a Sociedade de Pesquisas Psíquicas a enviar Maurice Grosse para investigar o caso. Ed e Lorraine foram por conta própria para a propriedade e ficaram lá apenas por um dia, no qual conseguiram informações suficientes para dizerem que o caso era real.
A visita de um padre 1978 a casa acalmou as coisas, embora as ocorrências não tenham terminado completamente. Peggy continuou morando na casa até a sua morte e disse que ainda ouvia barulhos na casa de vez em quando. Seu filho Billy, que viveu com sua mãe até seu falecimento, sempre sentia como se estivesse sendo vigiado.
submitted by POL4RGTS to historias_de_terroor [link] [comments]


2020.10.18 07:05 saguiri Não sei como terminar

Estou namorando há alguns meses, mas não me sinto feliz com a relação e não me vejo num futuro feliz assim.
Namoro há cerca de 5 meses, ambos no primeiro namoro, pedi o namoro pq estava confiante na epoca e achava ela mt bonita, mas não conhecia muito bem ela.
Resultado é que ela estava passando por uma carencia emocional, não tinha sentimentos por mim mas aceitou o namoro numa oportunidade de suprir essa necessidade, isso foi o que reparei juntando varias peças (mãe abusiva psicologicamente, pai distante, responsabilidade demais e ajuda de menos).
Já eu estava simplesmente entrando em algo que não sabia, o que foi uma enorme irresponsabilidade eu sei, recentemente cometi outra, já estava afim de terminar e mesmo assim transamos (ambos eramos virgens) agora me sinto mais culpado ainda em deixar a menina.
Eu sei que devo terminar, entre outros motivos pq to arrastando um sentimento que não é sincero, mas tbm tenho dó da situação, e isso me deixa mais mal ainda, estar com ela por dó.
Por favor, se alguem puder compartilhar uma historia parecida, não quis conversar com ngm sobre por ser fato que traz vergonha pra mim.
submitted by saguiri to desabafos [link] [comments]


2020.10.18 06:59 fodaabigos Estou me sentindo mais feio, nojento e triste que o normal

Escrever tudo isso já me fez sentir melhor e mais aliviado, nem leia tudo que provavelmente não valerá seu tempo.
Eu já faço terapia há quase dois anos e estou tomando anti depressivo vai fazer um ano agora.
Dentre alguns problemas que trabalho na minha terapia, existe a dívida dos meus pais (recentemente o banco aceitou um acordo e finalmente quitamos em torno de 1.5 dessa dívida, mas as coisas ainda estão bem complicadas financeiramente e ainda falta mais uns 300k eu imagino.). Isso gera uma cobrança bem grande comigo mesmo pois já tenho 23 anos e nunca trabalhei, estou no meu terceiro curso e finalmente sei o que quero fazer e venho aproveitando a quarentena pra estudar.
Essas são coisas que hoje eu já lido bem melhor, já que grande parte da dívida foi quitada e finalmente possuo um norte para minha vida profissional. Mesmo assim é complicado, vejo minha mãe trabalhando muito pra lidar com a dívida que foi iniciada pelo meu pai, que nem mora mais conosco. Me sinto bem mal em ver ela trabalhando tanto, não só em seu emprego, mas fazendo as tarefas de casa. E isso é um problema pois ela não confia direito em mim e meus irmãos para ajuda-la nessas coisas, nós lavamos louça, limpamos nossos quartos, mas não é o suficiente e não temos muito mais como ajuda-la (vivemos numa casa grande).
Me sinto bem idiota em me preocupar tanto com minha aparência, principalmente pensando na vida dura que minha mãe tem levado e como minha vida foi de longe super priveligiada pensando na realidade brasileira.
Mesmo assim, tem dias que tudo que eu consigo pensar é em como eu odeio minha aparência, e isso suga completamente minha energia no dia, não consigo fazer absolutamente nada produtivo, a não ser me olhar no espelho, tirar selfies com a esperança que meu rosto magicamente seja igual ao do brad pitt e ficar com nojo. Eu já fiz cirurgia no meu nariz, mas ele continua enorme. Fiz cirurgia nas minhas pálpebras, pois uma era mais fechada que a outra, mas mesmo assim meus olhos ainda são desproporcionais, um olho começa antes que o outro. Como já fui bem gordinho quando mais novo, tenho sobra de pele no rosto, coisa que me deixa muito chateado pois só com mais cirurgia eu poderia arrumar isso. Eu tinha lipomastia (basicamente ginecomastia, mas não cheguei a desenvolver um caroço por completo, apenas muito estoque de gordura) que eu cheguei a operar, mas mesmo assim ainda não é perfeito, meio que voltou um pouco.
Tirar fotos para mim é algo bizarro. Selfie com a camera frontal do celular me deixa extremamente mais horroroso do que sou. Tem fotos que saio super bem e sinceramente eu não sei se sou, numa escala de 1 a 10, um 2 ou um 6/7. Em 2018 eu fiquei com uma menina MUITO bonita, bem fora da minha liga, fomos ficando e ficando. Ela se apegou demais muito rápido e lembro que me sentia sufocado, além de sentir que ela não era tão dentro da minha realidade - não tinhamos muito em comum em gostos e etc - e acabei resolvendo terminar as coisas.
Já tive meninas dando em cima de mim, meninas que não eram feias, o que me leva a pensar que talvez não seja tão feio e que muito provavelmente eu tenha sintomas de dismorfia corporal, cujo tenho discutido com minha psicóloga e psiquiatra recentemente.
Por algum motivo eu estou fascinado numa mina que vi no face/insta e fico me sentindo bem chateado por ela ser alguém nivel 8 ou 9 (eu estou falando dessa maneira pra facilitar a compreensão, mas n julgo as pessoas dessa maneira) e eu estar tão longe da liga dela. Tem umas duas semanas que simplesmente não paro de criar cenários entre nós nos conhecendo e namorando. Sei lá me sinto ainda mais patético por isso.
Acho que o negócio é que eu realmente gostaria de ser bonito, ter a facilidade que alguns dos meus amigos tem pra conhecer meninas, ter meninas bonitas dando em cima de mim e poder me expor e me expressar mais livremente. Evito rir porque meu sorriso é feio e odeio me ver falando em vídeo porque minha boca se mexe de uma maneira muito estranha.
submitted by fodaabigos to desabafos [link] [comments]


2020.10.16 02:52 Lucas2305510 Eu nunca consigo conquistar ninguém

Eu tenho 18 anos e convivo com o incômodo e estranho tabu de nunca ter conquistado nenhuma pessoa na minha vida. Eu só consigo ficar (levando 500 foras) com meninas em situações extremamente pontuais, como festas/baladas/blocos de carnaval, pq é algo mais direto e que não demanda o estressante esforço da conquista. Eu digo que é estressante pq no meu cotidiano eu sou um completo fracasso.
Não consigo realizar uma abordagem presencial simples, e no Whatsapp nem se fala, tento ser o mais natural, ouvinte e compreensivo possível, não sou um cara grudento/gado e mesmo assim minhas conversas seguem o mesmo roteiro fracassado: a garota começa super simpática, eu ouço ela e ela se mostra disposta a me ouvir, o papo rende muito bem no começo, mas depois que a conversa vai progredindo, a garota do nada começa a parecer uma moribunda me respondendo de forma extremamente vaga e longe de ser a pessoa comunicativa que era no começo da conversa. Eu simplesmente não consigo construir nenhum vínculo de confiança, tanto que eu só consegui dar em cima de alguém no Whatsapp pela primeira vez em toda a minha vida na SEMANA PASSADA.
Por muitos anos eu achei que a culpa era das garotas serem falsas ou metidas, mas eu refleti e concluí que a repetição consecutiva desse roteiro não pode ser uma simples coincidência ou culpa de todas as meninas. Certamente é alguma deficiência grave que eu tenho na minha lábia ou forma de persuasão. Isso é tão recorrente na minha vida, que eu vou conversar com qualquer garota já tendo certeza que esse tipo de fracasso vai acontecer, resta saber como eu posso fazer para adiá-lo pelo máximo de tempo possível. Por isso que eu tenho pavor só de pensar em chamar uma menina pelo Whatsapp, já que é algo extremamente estressante e desgastante pra mim.
Muitas pessoas (amigos da minha idade e pessoas mais velhas) vivem falando que eu sou um menino "bonito, super gente boa, engraçado, centrado e educado", inclusive elas já viram muitas das minhas conversas fracassadas e sempre disseram que eu tava no caminho certo, mas isso parece não fazer muita diferença durante o esforço da conquista, pois é muito estranho que só essas pessoas enxerguem essas qualidades, por isso não dou muito crédito. Hoje mesmo eu sofri mais um fracasso e meu desespero é tão grande que eu tô pensando seriamente em procurar até mesmo alguma ajuda espiritual em relação a isso, porque não é normal isso acontecer com tanta recorrência na minha vida, é como um time de futebol que simplesmente não consegue vencer num campeonato.
Enfim, desculpem o desabafo extenso, mas como eu disse, o desespero é tão grande e a minha situação é tão surreal que eu tive que colocar isso pra fora diante de um outro grupo de pessoas. Será que eu tenho salvação?
submitted by Lucas2305510 to desabafos [link] [comments]


2020.10.14 12:19 DonaBruxa_Deyse Sobrenatural-Verídico

Preciso dividir isso com vocês! Relato de uma consulente que me procurou desesperada por ajuda espiritual. E irmãos de fé, me ajudem porque nunca lidei com isso não!
Eu ouvi todo o relato. Quanto mais ela contava, mais certeza eu tinha de que se tratava de SETEALEM!
Ela relatou que em maio, devido a pandemia e quarentena, sua família resolveu que seria melhor todos ficarem juntos no sítio dos pais dela, em Sorocaba. Disse que desde o momento que fazia a mala deles, uma sensação de que algo daria errado, pesava. Foi na gaveta do seu filho, que encontrou uma camiseta e um shorts que nunca, jamais vira antes. As roupas estavam sujas, eram velhas, encardidas e cheiravam mal. Nunca teve diarista em casa. Como poderiam aquelas roupas estarem ali? Perguntou pro pessoal e ninguém prestou atenção. Ninguém nunca presta. Naquele dia não estava a fim de começar a gritar tão cedo. Mas estavam todos estressados com os preparativos e ela sozinha pra fazer tudo, deixou pra lá! Enfiou as roupas numa sacola de mercado e deixou no chão, do lado da máquina de lavar na área de serviço. Ela, marido, a filha de 18 anos e seu filho de 5, saíram de São Paulo e seguiram pro interior. Durante a viagem, pra chegar no sítio, passam por uma estrada de terra. Seu filho de 5 anos disse algo que naquele momento não fez sentido algum: - Nem acredito, mãe, que estamos perto da casa do meu melhor amigo que ainda vou conhecer! Eles não deram atenção alguma pro menino. Minutos depois, ouviram um barulho como se tivessem passado por cima de algo na estrada e um dos pneus explodiu. O marido dela controlou o volante e estacionaram. Ele desceu e confirmou que o pneu tinha estourado. Ela pegou o celular pra avisar seus pais sobre o acontecido e que por isso atrasariam. Notou que não tinha sinal de rede em nenhum dos celulares. Não tinha no dela, não tinha no do marido, nem no da filha! Marido trocava o pneu e xingava porque ele nem queria ficar com a família dela! Nisso ela se virou pra trás porque percebeu que o menino estava acenando pro nada todo feliz! Sua filha começou a implicar com o irmão e disse: - Olha mãe, moleque doido! Começou já com as graças. Nisso o menino responde: - É o meu amigo! O amigo que vou conhecer. Olha mãe! Olhaaaa lá! Ela estava cansada, com fome, vontade de fazer xixi, sede e aquilo deixou ela mais puta ainda e nem se deu ao trabalho de responder os filhos. Pneu trocado, seguiram viagem na força do ódio. Uns quilômetros a frente, passaram por um posto de conveniência. Nunca vira esse posto antes. Não era a primeira vez que fazia aquele caminho. O sítio era da família desde que os avós dela casaram. Sua mãe nasceu ali. Ela foi criada ali e fez aquele caminho milhares de vezes desde bebê! Era um posto velho. Tão depredado que parecia estar desativado. Desativado se não fossem uns carros antigos também caindo aos pedaços estacionados em frente. Quem coleciona carro caindo aos pedaços?!?!? Comentou com o marido: - Meu amor, e esse posto que nunca vi na vida! Você viu?! O marido já exausto, responde: - Não prestei atenção! Mas se não viu antes é porque você é cega. Nem olha com essa cara porque você responde pra mim desse jeitinho sempre! Ela respirou fundo pra não começar uma briga ali... faltava tão pouco...perguntaria pro pai dela quando chegasse lá! E foi a primeira coisa que perguntou pro pai depois de abraçá-lo. O pai dela achou engraçado e respondeu que depois di galpão da firma tinha mais nada até chegar no sítio não. Tinha sim! Tinha porque ela viu! Mas também resolveu deixar pra lá esse assunto. A primeira semana foi uma maravilha! No final de semana seguinte, a irmã dela chegou com a família. A avó cozinha umas delícias. Os homens faziam churrasco e tomavam cerveja à vontade. O marido que não queria vir era o que mais aproveitada! A criançada brincava, pulava na piscina, corria livre, dormia e acordava tarde. Mas ela notava o filho dela meio aéreo, mais calado e não estava interagindo com os primos. Algumas vezes teve a impressão de ouvi-lo conversando/ cochichando com alguém mas quando se aproximava, ele se calava. Num sábado, resolveram fazer lasanha, mas faltava queijo, presunto, carne moída pro molho e extrato de tomate. Alguém teria que ir no mercado e pela primeira vez na vida, a filha dela se dispôs a buscar. A menina era habilitada há meses, dirigia por São Paulo, ia e voltava pra faculdade sozinha com o carro da minha cliente. E que perigo teria naquela estrada de terra, pouco ou nenhum movimento e ela iria até o supermercado mais próximo. O filho dela e os sobrinhos quiseram ir também e providenciaram suas máscaras e correram pro carro. Entregou uma nota de 100 reais pra sua filha fazer as compras. Ela me contou chorando que sua consciência pesa por ter pensado e falado pra irmã: - Graças a Deus, pelo menos por uma hora, teremos paz sem essas crianças gritando e correndo! A gente merece um pouco de silêncio sem filho gritando por mãe. A irmã dela riu e concordou.
Segundo ela, olhou no relógio na parede da cozinha, e faltava uns minutos pro meio dia.
O desespero estava pra começar!
Tinha passado uma hora desde a ida e nada dos sobrinhos e dos filhos voltarem. Resolveu ligar pro celular da filha e caia direto na caixa postal! Ligou dezenas de outras vezes e nada. Gritou o marido que estava na churrasqueira. Ele, o cunhado e o pai dela estavam bebendo desde às 8 da manhã. Quando ela relatou sua preocupação, eles não levaram a sério. Segundo os homens, as crianças logo estariam de volta...e foram beber mais. O coração dela apertou e lembrou do posto que vira na estrada, do filho acenando pro nada... não fazia sentindo, mas só pensava nisso. Tentou ligar mais vezes e como nada de atenderem, ela e a irmã pegaram outro carro e foram atrás dos filhos. De longe viram o carro que a filha dirigia encostado na estrada. Ela sentiu alívio por alguns segundos porque quando se aproximaram, o carro estava vazio. A irmã dela até aquele minuto parecia estar muito preocupada não. Porém, desceu do carro chorando. O carro estava parado sentido cidade ou seja, eles nem chegaram ao supermercado. Não tinha sinal deles! Sumiram! O celular não tinha rede, sem serviço e não tinha como pedir socorro ou ligar pra família. As pernas dela tremeram e caiu ajoelhada na terra rezando, pedindo a Deus por ajuda. Nessa hora, ela só lembrava que tinha sido ali que vira o posto de conveniência. Meio ao choro e grito contou pra irmã que vira o tal posto no caminho pro sítio. A irmã dela sem entender já gritou que nunca teve posto ali merda nenhuma. Minha cliente resolveu que iria encontrar o posto porque tinha merda de posto sim! O carro era da irmã dela que respondeu no gritou que não sairia de perto do carro, caso os filhos voltassem. Alguém tinha que avisar a família que estacavam em casa sem saber de nada! Entre gritos e mais choro, resolveram que a irmã voltaria pra avisar os outros e do sítio, ligaria pra polícia. Minha cliente esperaria no carro. Lógico que não conseguiu esperar e decidiu que procuraria por eles. Saiu com o carro que a filha dirigia. Dirigiu até o galpão da firma que tinha na estrada! Nada do posto. Fez o retorno, foi até o lugar que encontraram o carro abandonado e nada. Ela me contou soluçando que não era possível aquilo estar acontecendo. Desespero tinha atingido nível máximo! A irmã não voltava e a hora estava passando... e se ficasse noite?!?!? O que teria acontecido? Assalto? Sequestro? Nesse desespero fez o trecho até a firma, ida e volta, umas 5 vezes até cruzar com o carro da irmã. Vieram o marido, seu pai, cunhado e irmã. A avó ficou em casa, caso a polícia ou as crianças ligassem. Os homens bebados, ela e irmã histéricas! Ninguém se entendia. Depois de muita discussão quando tinham chegado à conclusão que o melhor era ir até a delegacia fazer um boletim, chega uma viatura com dois policiais. Ela tomou a frente e contou o ocorrido. Falou sobre ter visto por ali um posto de conveniência. Nessa hora os dois policiais se entreolharam. O marido dela emendou que ela era doida e que outra vez estava falando desse maldito posto. Um dos policiais, muito calmo contou que apesar de não existir nenhum posto naquele trecho, não era a primeira pessoa a relatar ter visto um. Sem contar muitos detalhes, falou que também não era a primeira, nem segunda vez que pessoas se perdiam e desapareciam naquela estrada! Os polícias pediram para que todos seguissem até a delegacia. Minha cliente e o marido, foram no carro encontrado na estrada e os outros, no carro da irmã. Na delegacia, um boletim de ocorrência foi feito. Mas todos os policiais ao ouvirem o relato, se entreolhavam de modo muito estranho. Só minha cliente notou. A polícia deveria esperar 24 horas após o desaparecimento pra iniciar as buscas! Um daqueles dois policiais que atenderam a ocorrência na estrada, disse baixinho pra minha cliente ficar calma que as crianças apareceriam. Porque todos tinham voltado de lá! Ainda na delegacia, ligavam de minuto a minuto pro sítio com esperança de receber boas notícias. Saíram da delegacia, por volta das 23 horas, ligaram mais uma vez pro sítio no caminho de volta. Nada! Ela e o marido não trocaram uma palavra...ambos choravam! Porém, ao estacionar o carro, ouviram as vozes das crianças e da avó. Ela sentiu um alívio e entrou na casa, agradecendo a Deus. Quando correu pra abraçar os filhos, paralisou. Impossível! Era impossível seu filho estar vestindo o shorts e a camiseta que ela tinha tirado da gaveta e deixado dentro de uma sacola deixada no chão da lavanderia, na sua casa em São Paulo! NÃO ERA POSSÍVEL!
Relato das crianças e da filha:
A filha contou que enquanto dirigia pro supermercado, viu o posto de conveniência, seu irmão, o filho da minha cliente de 5 anos, ao ver o tal lugar pediu pra parar ali! Ele pediu tanto, apelou usando “ por favorzinho” que convenceu a irmã a parar pra comprar tudo ali mesmo. O estacionamento da tal conveniência estava lotado de carros antigos. Seria melhor deixar o carro na estrada. Pensou que fosse um desses encontros de colecionadores de carros antigos. Nunca tinha visto nenhum daqueles modelos antes! A menina ainda relatou ter pensado em como alguém compraria ou colecionaria “uns trem” tão mal cuidado, caindo aos pedaços?!?!?!?!? Mas que só poderia ser coisa de”véi” mesmo. Entraram todos no estabelecimento e “bizarro” foi o termo usado ( pela filha dela) pra descrever o local e as pessoas! -Era um povo feio, tudo com pele amarela de doente, dentes podres, os homens e as sobrancelhas grossas e unidas... inclusive a de todas as mulheres! Até as crianças eram horrorosas... Crianças tinha fisionomia de velhas e sofridas! O lugar fedia! Fedia podre! Uma barulheira, todo mundo berrando, tocava uma música que ela não conseguia explicar. Era um ruído que estava grudado na cabeça dela. A música era um xiado fino, alto que dava a impressão de estar tocando dentro do corpo dela. A música machucava o seu pensamento. Era uma penumbra... uma luz que não iluminava e era difícil enxergar as coisas... ela tinha que forçar os olhos, piscar algumas vezes até distinguir os objetos ao redor. Objetos que nunca vira! Não dava pra imaginar a utilidade deles! Eram muitos corredores e prateleiras cheias de comida e coisas sem sentido! Enquanto se concentrava pra lembrar tudo que precisava comprar pra lasanha, a música dentro dela apagava as palavras. Ela fechou os olhos e forçou a memória... Talvez a força do seu pensar fez a música parar. Fez as pessoas pararam de gritar! Sentiu as maozinhas dos seus primos agarrarem sua mão e sua roupa. Ela sabia que estava chorando. Disse: - Mãeeeeee, fiquei com medo de abrir os olhos porque eu senti o peso daquele povo bizarro encarando a gente. Só abri porque ouvi um deles( referindo a um dos primos) dizer meu nome! Quando abri os olhos, meu irmão tinha desaparecido. Ele tinha sumidoooooo!!! Mãeeeeee, ele sumiu e não foi culpa minha... foi um segundo! As luzes começaram a piscar. Era uma luz sem cor, parecia que estávamos dentro de uma das fotografias daqueles binóculos da vovó! E as pessoas apontavam o dedo na nossa direção, gritando...eles gritavam sem mexer a boca: INTRUSOS, SAIAM DAQUI! SAIAM DAQUI! SAIAM DAQUI! VOCÊS NÃO PODEM FICAR AQUI, SAIAM DAQUI! Eu olhei pra uma senhora que estava bem próxima de nós e pedi ajuda. Contei que precisava comprar o que a mae nos pedira ... perguntei se ela tinha visto pra onde fora meu irmão. Mostrei o dinheiro! Ela riu!Quando ela abriu a boca sem nenhum dente, senti um bafo tão podre que o vômito quase saiu! Os primos estavam chorando, tremendo agarrados em mim! Comecei a chamar ele ( irmão/filho 5 anos)... e os bizarros, outra vez começaram : INTRUSOS, SAIAM DAQUI! SAIAM DAQUI! SAIAM DAQUI! VOCÊS NÃO PODEM FICAR AQUI, SAIAM DAQUI!
Eu não conseguia me mexer. Não dava pra andar!
E a música entrou em mim outra vez, mais alta e barulhenta! Minha cabeça doía e achei que desmaiaria. Nunca desmaiei... nas sabia que estava pra cair dura no chão! De repente, mas um de repente que pareceu horas, meu irmão aparece de mãos dadas com um bizarro tamanho criança. Ele veio dizendo que era o amigo que ele disse que conheceria aquele dia no carro no futuro. O bizarro chegou perto da gente dizendo que também me conhecia! Que já tinha falado que ( o filho de 5 anos) deveria fazer comigo o que (ele, bizarro!) tinha feito com a irmã dele! Eu puxei ele( apontou pro irmão) pra perto da gente! Mãe, ele não queria vir com a gente! Disse que ficaria com o amigo lá. Aí eu fiquei louca, fui arrastando todo mundo pra fora! O bizarro amigo dele, disse pra eu não falar alto porque “O ALGUEM”poderia acordar e pegar a gente pra ele! Eu mirei o rumo da porta, comecei a correr, as crianças também e o bizarro atrás da gente. Tinha escurecido. Era noite! Tinha neblina, um frio que esfriou meus ossos. Daí a gente correu muito! A gente corria e não chegava nunca até a estrada! Mas quando conseguimos, eu olhei, eu pisquei pra ver melhor e o carro tinha sumido. Sumidooooooo! O carro não estava mais lá! Sentamos no meio fio, meu irmão chorando porque queria voltar pra ficar com o amigo, os primos pedindo pela tia! Eles tremiam e batiam os dentes de frio! Entrei em pânico,porque como eu explicaria que perdi o carro, não comprei as coisas! Foi aí, que vi você mamãe, passar na nossa frente dirigindo nosso carro. Gritamos, corremos atrás de você, acenamos e você não olhou! Você não ouviu a gente gritar! Maeeeeee, você foi e voltou, foi e voltou, foi e voltou! Depois passou a tia em outro carro com o pai,o vovô e o tio! Mãe e tia, vocês nos ignoraram na beira da estrada. E aquela peste do moleque bizarro, de longe morrendo de rir da gente e gritando BEM FEITOOOOO! Como se não bastasse tudo isso, começou a ventar forte e a tempestade começou a cair. Ficou mais frio e a gente não conseguia respirar de tanta água que caia. A solução foi vir a pé, estrada escura, com chuva...Andamos até aqui!
OS SOBRINHOS:
-A gente ficou com muito medo! - Eu fiquei com tanto, tanto medo que fiz xixi na calça. -Eram monstros! - Eles queriam comer a gente! -Você não viu?!?!? Eles iriam picar a gente pra vender como carne moída! -Sera?!? E choraram muito. Ainda não conseguem dormir sozinhos em seus quartos. A luz tem que ficar acesa! Quando dormem, têm pesadelos e acordam aos berros!
O FILHO DE 5 ANOS:
-Mãe, foi legal. Sabia que meu amigo morava ali? Eu disse! Ele me visitava as vezes nos sonhos. Mesmo quando eu sonhava acordado e de dia! Hoje, a gente brincou de esconde-esconde e pega-pega!Fui na casa dele e comi comida lá! Sujei minha roupa de sangue e a mãe dele me emprestou essa. Essa roupa é do meu amiguinho! Ela falou que vai lavar a minha e depois trazer aqui pra você! Me convidaram pra ir lá outras vezes, passar as férias. Falei que pediria pra mamãe e pro meu papai! Foi super legal e meu amigo disse que já tinha me visto lá no futuro muitas vezes e que morarei com eles pra sempre! Pra sempre é muito tempo? Posso, mamãe? Deixa, por favorzinho?Por favorzinho? Eu convidei ele pra vir aqui amanhã brincar comigo, tá? Se você falar com a mãe dele, ela poderia deixar ele dormir aqui, né?!?!? Deixa, por favorzinho... diz que sim, mamãe!
Voltaram TODOS PRAS SUAS CASAS EM SÃO PAULO no dia seguinte, assim que o dia clareou. Os pais dela colocaram o sítio à venda e moram com ela, por enquanto. Minha cliente acredita que existe um lugar além. Ela tem certeza absoluta e provas disso! Está apavorada. Seu filho fala, brinca, canta, dá gargalhadas e afirma que o amigo está ao lado dele! Assim que entrou na sua casa em SP, correu até a lavanderia. Ela encontrou as roupas que seu filho usava no dia do sumiço. Estavam dentro da sacola, ao lado da máquina de lavar!
submitted by DonaBruxa_Deyse to u/DonaBruxa_Deyse [link] [comments]


2020.10.14 02:35 yanngb Tímido/antisocial

Boa Noite eu queria pedir dicas e ajuda principalmente das meninas, oque eu tenho que fazer para puxar um assunto legal e falar com uma mulher que eu não conheço direito ? Quando eu penso em falar parece que eu fico mudo e fechado. Por favor me ajudem pleease.
submitted by yanngb to desabafos [link] [comments]


2020.10.13 00:38 myneckmycrack Preciso de um conselho para aconselhar uma pessoa.

Um amigo ficou com uma mina em 2017/2018 n lembro. Ele meio que tava achando que ela gostava dele (e demonstrava) e ele é meio inseguro e tentou algo com ela e do nada a mina começou a ignorar ele. Ela mora no mesmo prédio que a gente. Desde então ele entrou em uma depressão, meio que desistiu de procurar emprego e qualquer coisa que ele pudesse receber um não.
Essa menina sempre que tinha uma crise falava com ele, chamava ele e tal mas ele só servia pro momento mesmo... ele ficava feliz de ser lembrado e era os momentos que ele tinha um pico de otimismo, até em relação à outras garotas.
Basicamente ela cuidava do pai com alzheimer e bipolaridade na época, ela tinha 18 anos e meu amigo uns 21. O pai dela em um surto tentou bater nela e ela pediu ajuda desse meu amigo e ele foi lá “salvar” ela, e meio que depois disso ela parou de falar com ele, além de dar em cima de um outro amigo nosso.
Moramos todos no mesmo prédio, então essa galera se conhece desde a infância.
Beleza, depois disso toda vez que essa mina chamava ele, ele ficava empolgado e eu já cortava o role dele, falava pra ele lembrar dos acontecimentos e tal e não dar bola. Ano passado o pai dela faleceu e ele conversou com ela, ela tava feliz pela morte do pai (??) e tal.
Aí ontem eu tava lá em baixo fumando de boas e ela aparece, ela nunca falava cmg mesmo eu puxando assunto mas ontem ela veio e começou a conversar, nem falei nada sobre meu amigo pq não queria ela tocando no assunto, tendo contato com ele e fodendo novamente o psicológico do cara... que AGORA tava parecendo começar a superar.
Ela contou a história na versão dela e basicamente ela é apaixonada por ele. Não quis namorar com ele na época pq o pai tava muito doente, a família falida, ela tendo q trabalhar, estudar e cuidar do pai... ele além de surtos e tal, começou a ficar dependente por conta do alzheimer oq piorou muito a situação, que além de agressivo, não conseguia fazer as coisas sozinho. Ela disse que se afastou de todo mundo pq sabia que a situação dela afetava as pessoas, então ela sofria sozinha e só chamava ele pra falar com ela em momentos que ela não conseguia mesmo ficar só. Ela foi diagnosticada com a mesma doença do pai, que é uma bipolaridade bem forte, ela agrediu a mãe e etc... maior situação pesada.
Nisso ela disse que tbm nunca ficou com ngm depois disso e que é apaixonada por esse meu amigo, que tem um desenho dele até hj na parede do lado da cama, que está se tratando e melhorando depois que o pai faleceu, que agora tá começando sair de casa pq ela tbm desenvolveu fobia social em nível alto, que se cortava tbm e etc. Hj ela com 20 anos toma remédios pra dormir o dia inteiro e sem nenhum tipo de controle, além de ter um pé no alcoolismo.
Enfim. Um outro amigo apareceu e a gente ficou horas falando com ela e a história agr tem outra perspectiva. Esse amigo só comentou o nome dela pro meu amigo apaixonado e ele ficou na bad hj o dia inteiro.
A mina aparentemente ama ele de vdd, desde criança inclusive, disse que viu ele pela primeira vez aos 11 anos e desde então nunca conseguiu se interessar por ngm, que ele sempre foi o cara que ela gostou e blábláblá, bem essas histórias doentes de amor platônico.
Atualmente ela tem 20 anos e ele 23. Mano oq eu faço?
submitted by myneckmycrack to desabafos [link] [comments]


2020.10.11 09:10 SirPedro20 Mia Tia não se toca

Vivo em no interior de SP e uma chácara om minha mãe, a vida é simples aqui em nossa casa e de vez enquando minha Tia vem nos visitar, ela ajuda até bastante nos afazeres domésticos mas o problema não é isso.
Mas sim a merda da afilhada dela que ela sempre traz sem pedir autorização, eu sei eu posso ser uma pessoa terrível por falar assim de uma criança, mas porra EU NÃO GOSTO DE CRIANÇAS, é por isso que eu tenho 21 anos e nunca tive FILHOS! Então por que carambas eu tenho que ficar convivendo com um menina gritando 24h por dia e mexendo nas minhas coisas?
Sou uma pessoa que no âmbito pessoal odeia responsabilidades, e que gosta do silêncio e solidão, e eu não consigo nada disso com uma criança gritando e correndo do seu lado.

É pecado não gostar de crianças?
É pecado querer um pouco de privacidade na própria casa?
É pecado gostar da solidão e do silêncio?

Se for ótimo, eu vou para o inferno de bom grado, pois não estou nem ai, já conversei com minha mãe sobre isso, mas ela não se importa e até gosta de crianças (Diferente de mim).
submitted by SirPedro20 to desabafos [link] [comments]


2020.10.10 21:24 Nikovx Ajuda com meu subreddit

Olá meninas,espero que não tenha problema em divulgar meu subreddit aqui. Qualquer coisa eu apago! Então,eu creie esse subreddit ( https://www.reddit.com/VidaAdulta?utm_medium=android_app&utm_source=share ) como uma versão BR do Adulting e deverivados porém eu não tenho tanto tempo e nem tenha adm. Criei pois senti falta de um sub BR que explicasse coisas como "Declarar imposto de renda,tirar CNH" e etc, pois por mais que tenhamos acesso à informação é sempre bom termos um direcionamento de pessoas que costumam fazer X coisa e dão dicas. Quem puder e quiser, vai lá e ajuda o sub crescer compartilhando e coisas do tipo. Eu queria poder ser mais ativa mais a minha vida é meio corrida e não consigo sem tão ativa assim!
submitted by Nikovx to ClubeDaLuluzinha [link] [comments]


2020.10.10 10:04 biel2907 Muitos problemas mentais

Boa madrugada, ou nem tão boa assim... Pra você que vai ler o que vou dizer, entenda que sua mente tem que ser muito aberta, principalmente a perdão, e o que você vê como ser humano ou não...
Enfim, indo do passado ao presente, meus pais nunca tiveram um relacionamento muito bom, desde que eu me entendo por gente, e estou falando disso porque é o que eu penso que pode ter provocado algo em mim do que vai vir a seguir... desde que eu me entendo por gente eles sempre brigaram, meu pai é muito mulherengo e minha mãe era bem menos "fogosa" que ele, e o casamento não deu muito certo, nunca vi meu pai bater nela, mas a pior briga que eu já vi foi ele ameaçando bater nela, mas isso nunca aconteceu, e eu não queria que eles terminassem de jeito nenhum até os meus 14/15 anos mais ou menos, pra mim era como se fosse o fim do mundo, depois eu entrei em uma escola técnica/ensino médio e vivia lá porque era muito tempo estudando e em uma cidade vizinha, conheci uma garota 2 anos mais velha que eu, foi a primeira pessoa que fiquei e assim que ficamos a primeira vez ela me pediu em namoro eu aceitei, não sei bem porque, mas foi indo, meu pai foi pra são paulo trabalhar porque tinha mais oportunidade (sou do rio de janeiro com minha mãe) e vinha as vezes 1 ou 2x por mês só visitar a gente, então o casamento foi só piorando... mas meu pai já tinha traido minha mãe antes e ela "perdoou" uma vez. Agora entra outro problema, eu não sei o porque, mas eu comecei a exercer um relacionamento tóxico/abusivo com essa garota que eu namorava, ela fazia tudo por mim me amava de verdade, e eu não conseguia confiar de jeito nenhum! E eu fui doente demais, fiz ela passar por coisas horriveis, a mãe dela controlava ela também, e eu também, e acabei brigando com a mãe dela (só discussão), enfim, mas a minha namorada foi a que mais sofreu, sério, são coisas terriveis, durou 4 anos nosso namoro, mas eu só ia piorando nas humilhações a ela,principalmente quando terminei a escola e fui pra faculdade em outra cidade, já fiz ela passar papel higienico no rosto, etc, inclusive já cheguei a agredir ela fisicamente (especificamente dei um tapa no rosto, não foi forte pra deixar marca nem nada disso, mas mesmo assim é TOTALMENTE errado, e eu nunca mais quero repetir algo do tipo), durante esse tempo meu pai engravidou outra mulher em SP minha mãe descobriu e eles finalmente terminaram (e eu agradeci por isso, não aguentava mais o relacionamento deles), uns meses depois a minha ex namorada finalmente se ligou com a ajuda das amigas dela e etc, e eu acabei terminando com ela por uma besteira minha e ela não voltou mais, e cortamos o contato dali, a partir daquele momento eu fui instantaneamente pro psiquiatra/psicólogo e comecei a frequentar bastante, eu passava mal durante meu relacionamento também por ansiedade de vomitar, ter caimbra no corpo todo, entortar ir pro hospital etc, isso já aconteceu varias vezes, eu acordava assim, em viagem de onibus sozinho, e era duro pras pessoas perto de mim ver aquilo, mas meus pais não gostavam de médicos de saúde mental, e só depois de tudo isso que eles resolveram que eu "deixar" eu ir. Eu ia bem na faculdade, porém nunca tive um sonho do meu curso em especifico, mas meu sonho era ter uma familia e só, nunca fui muuuito social, mas tinha uns amigos, até hoje tenho, depois que terminamos, eu não via motivo pra continuar na faculdade que pra mim era só pra dar um futuro pra minha familia que eu construiria, uma vez que fiquei sozinho perdi totalmente a vontade, tranquei voltei pra casa pra ficar com minha mãe, e ela também trabalha em algo bem simples e nunca teve vontade de melhorar na vida em questão de estuadr etc, e acho que acabei pegando esse jeito dela, mas é mais problema meu, n posso culpr os outros, hoje com 21 anos em plena quarentena com muito tempo livre eu não tenho emprego, não consigo lidar com os estudos EAD da faculdade (que tentei voltar) não tenho vontade, mas também não tenho vontade de fazer nada, eu queria um sonho, um motivo, algo profissional pra eu tentar aprender e melhorar, mas eu não consigo ter vontade de nada disso, chorei uma ou 2x e liguei pra uns amigos pra desabafar, mas sinto que já não tenho mais amigos pra isso... e também não adianta muito, porque eu quero uma solução, e acho que só tem como vir de mim, eu dei uma parada nos médicos mas já marquei psiquiatra/psicólogo novamente, tenho uma relação horrivel com meu pai desde então também, ele ja ameaçou brigar comigo e eu ameacei matar ele (falei da boca pra fora, bem eu acho) e tenho sonhos em que ele volta de SP pro RJ e sou obrigado a conviver com ele e é pertub ador, porque ele sempre foi uma pessoa mt grossa, e eu não sei mas tenho uma raiva guardada dentro de mim dele e não consigo lidar com isso, eu só queria esquecer q ele existe, mas sei que ele vai voltar aqui uma vez ou outra pra querer me ver, ver minha mãe, os pais dele q são meus vizinhos, etc. Enfim, a ansiedade eu consegui melhorar bastante com os remédios, os problemas de ser abusivo e tóxico eu falei tudo isso em diversas terapias, e acho que lido bem melhor hoje (só pondo a prática, eu namorei uma menina depois dessa mas foi por menos de 1 mes, foi bom pra nós apesar de ser curto kkkkk porque eu passei um tempo em SP assim que eu terminei o primeiro namoro, mas só piorou as coisas com meu pai lá e eu voltei e acabei terminando com a menina, na verdade foi bem consensual, ela gostou de mim mas também nem tanto pra namorar kk n tinha a magia, mas de verdade fui uma pessoa bem boa pra ela no tempo curto que tivemos e foi legal pra mim tentar me provar que melhorei mesmo que um pouco. Enfim é isso, não sei se pode ser curiosidade de vocês, mas eu me desculpei com minha ex 1 mes depois q terminamos, e ela tava bem melhor, acredito que possa ter buscado ajuda profissional depois de ter passado tantos problemas comigo, mas a ultima vez que vi algo dela, inicio desse ano (terminamos ano retrasado), ela aparentava estar bem, não nos falamos, eu até hoje me sinto culpado pelas merdas, mas isso n apaga o passado... enfim, eu to tentando reconstruir tudo, inclusive quero tentar esquecer isso com meu pai, mas primeiro preciso achar um futuro pra mim profissionalmente, e isso tá foda, porque preciso não depender mas da minha mãe, mas ajudar ela em casa que não é nada fácil nos dias de hoje...
submitted by biel2907 to desabafos [link] [comments]


2020.10.10 05:40 mary_say Ser uma menina trans é muito cansativo.

Vcs na se sentiram exaustas mentalmente? Eu finalmente to conseguindo o atendimento médico especializado para isso e to fazendo acompanhamento psicológico mas acho q n me ajuda em nada..
Eu me sinto cansada de ser uma menina trans, só queria que esse detalhe não existesse. Sempre que começo a bater um papo com um garoto parece que eles tem algo na porra da cabeça que acha que eu tô interessada ou algo do tipo, só pq eu sou trans. Sempre tenho q contar esse detalhe pras pessoas que mantenho um vínculo de amizade, tenho q responder perguntas, tenho q ser a amiga trans, não simplesmente a amiga, tenho q acordar e ser a trans, é tudo trans como se isso fosse apenas oq eu sou. Sinceramente eu só queria viver de uma forma cis...
N queria ter que lidar com esse tipo de coisa, não queria ter que ficar na paranóia pra alcançar a "perfeição" pra ser aceita pela sociedade, não queria ter que ter um momento desconfortável quando fosse ficar com algum menino, não queria ser a menina que se veste bem pq é trans e trans são "estilosas". Parece forçado mas já me ocorreu. Isso tá se aliviando um pouco com a vinda da pasabilidade mas mesmo assim cansa dms. Não quero ser mimizenta mas é algo que realmente tá me dando agonia de uns tempos pra cá, eu acordo me sentindo mal, me sinto vazia e angustiada. N to fld que me arrependo(nunca) mas sla só me sinto triste por isso me perseguir.
Eu tô me isolando muito socialmente, eu recentemente tentei fazer amgs novos pra tentar aliviar isso e da uma oportunidade de achar pessoas legais que n fossem me estressar nisso mas é inútil. Acho q talvez a melhor opção seja n ter amgs, namorado nem nada.
submitted by mary_say to desabafos [link] [comments]


2020.10.10 03:00 Chamberlok chamadão pros cinéfilo BR - só os verdadeiro - preciso de ajuda para encontrar dois filmes nacionais

To procurando dois filmes, mas só lembro da premissa de um e de uma cena de outro, se alguém souber algo sobre, por favor, ajuda nóis (é pra eu conseguir pegar uma menina)
1° filme - um vendedor de praia que se apaixona por uma burguesinha branquela e acaba morrendo por isso (trouxa);
2° filme - uma mulher narra os fatos que irão acontecer no filme e refuta o conceito de spoiler dizendo "porque o que importa é como acontece e não o que acontece" - (é a citação que a mina q to pegando vive usando pra me dar spoiler e eu n aguento mais me ajude a provar q esse filme n existe)
submitted by Chamberlok to brasil [link] [comments]


2020.10.09 17:20 biaf14 Como posso me assumir?

Oii... Então, como podem ver no título, eu preciso de ajuda para me assumir para minha família, eu tenho muito medo, muito medo mesmo do que pode acontecer.
Pra início de conversa, eu uma menina trans, desde pequena eu sempre tinha interesse em vestir roupas femininas (cheguei até a vestir algumas de minha mãe escondida, e teve uma vez que ela me pegou), mas eu não entendi nada do que era aquele sentimento.
Faz 2 anos que finalmente me descobri, mudei todos os nomes da minha rede social para "Beatriz" ou "Bia", menos as redes sociais a qual tenho meus pais (como o WhatsApp, que eu coloquei de Nick apenas emojis), mas eu tive um problema, eu não sei como assumir-me para eles. Meus pais não são tão religiosos e os amigos deles são gays, só que eu não sei como eles reagiriam ao saber que seu filho mais velho na verdade tem disforia de gênero e se identifica como mulher.
Atualmente tenho 18 anos, tenho até um namorado que me aceita do meu jeito... Mas o maior problema é esse, eu não aguento mais meu corpo, minha disforia chegou a um nível absurdo, eu quero iniciar minha transição o quanto antes... Queria fazer isso aos 19 (vou completar próximo ano), mas sei lá... Eu não sei como fazer isso, eu não quero correr o risco de ser expulsa de casa, ou simplesmente deixar de ser aceita e me tratarem mal.
submitted by biaf14 to arco_iris [link] [comments]


2020.10.05 05:48 JamesFletcherBR Meus país querem que eu faça faculdade, porém...

Quero passar pra uma pública renomada ou ter condições de estudar em uma particular com nome no mercado. Porém não consigo estudar e nem tenho condições de pagar uma mensalidade altíssima em uma particular.
Também não estou em uma fase boa da minha vida: Ansiedade, traços de depressão, possivelmente ADHD. Na escola não fui um bom aluno, era bem vagabundo. Só queria saber de jogar videogame ou de conseguir pegar alguma menina. Não fiz um bom ensino médio, pois na época estava começando a fazer amigos e engatinhar uma vida social, que era algo que sempre sonhei. Então fiquei encantado, saia todos os dias. Pra vocês terem ideia, acho que pouco antes do 3º ano, eu mal sabia da existência de faculdade pública, e de que você precisava prestar um vestibular pra passar pra elas. Eu não pensava em estudar pra passar pra uma boa faculdade, não era minha propriedade. Como falei, eu estava encantando com a vida social, era algo que eu nunca tinha tido antes.
Então, por tudo isso, tem muita coisa que não aprendi e vou ter que aprender do zero. Me dei conta da importância do estudo tarde demais. e fico muito triste por isso...
Infelizmente sou muito orgulhoso. Acho que não vou conseguir estudar em uma “Uniesquina”, pois meu círculo social atual é composto por alunos das melhores faculdades do país, de cursos concorridíssimos. Todos de muita leitura e estudo. Me sinto um LIXO perto dessas pessoas. Mas infelizmente é oque eu “atraio” pra minha vida, afinal, tem compatibilidade. Acontece que eu não li vários livros que eles já leram, e tem muita coisa que eu não sei por não ter estudado enquanto não estava na escola. E as vezes acontece de certas pessoas desse grupo quererem me humilhar, fazendo alguma pergunta pra mim de um acontecimento histórico, e infelizmente as vezes acontece de eu não saber ou simplesmente não lembrar a resposta. Odeio pessoas arrogantes que gostam de parecer inteligentes, que em conversas descontraídas tentam demonstrar conhecimento, intelectualidade... confesso que as vezes sinto vontade de socar a boca dessas pessoas. (Pelo amor de Deus, não vai me downvotar por isso né?) Não quero ficar para trás, quero estar no mesmo nível, ou até mesmo acima, dessas pessoas.
Enfim amigos, preciso de ajuda. Me ajudem!
submitted by JamesFletcherBR to desabafos [link] [comments]


2020.10.05 05:46 JamesFletcherBR Meus país querem que eu faca faculdade, porém...

Quero passar pra uma pública renomada ou ter condições de estudar em uma particular com nome no mercado. Porém não consigo estudar e nem tenho condições de pagar uma mensalidade altíssima em uma particular.
Também não estou em uma fase boa da minha vida: Ansiedade, traços de depressão, possivelmente ADHD. Na escola não fui um bom aluno, era bem vagabundo. Só queria saber de jogar videogame ou de conseguir pegar alguma menina. Não fiz um bom ensino médio, pois na época estava começando a fazer amigos e engatinhar uma vida social, que era algo que sempre sonhei. Então fiquei encantado, saia todos os dias. Pra vocês terem ideia, acho que pouco antes do 3º ano, eu mal sabia da existência de faculdade pública, e de que você precisava prestar um vestibular pra passar pra elas. Eu não pensava em estudar pra passar pra uma boa faculdade, não era minha propriedade. Como falei, eu estava encantando com a vida social, era algo que eu nunca tinha tido antes.
Então, por tudo isso, tem muita coisa que não aprendi e vou ter que aprender do zero. Me dei conta da importância do estudo tarde demais. e fico muito triste por isso...
Infelizmente sou muito orgulhoso. Acho que não vou conseguir estudar em uma “Uniesquina”, pois meu círculo social atual é composto por alunos das melhores faculdades do país, de cursos concorridíssimos. Todos de muita leitura e estudo. Me sinto um LIXO perto dessas pessoas. Mas infelizmente é oque eu “atraio” pra minha vida, afinal, tem compatibilidade. Acontece que eu não li vários livros que eles já leram, e tem muita coisa que eu não sei por não ter estudado enquanto não estava na escola. E as vezes acontece de certas pessoas desse grupo quererem me humilhar, fazendo alguma pergunta pra mim de um acontecimento histórico, e infelizmente as vezes acontece de eu não saber ou simplesmente não lembrar a resposta. Odeio pessoas arrogantes que gostam de parecer inteligentes, que em conversas descontraídas tentam demonstrar conhecimento, intelectualidade... confesso que as vezes sinto vontade de socar a boca dessas pessoas(Pelo amor de Deus, não vai me downvotar por isso né?). Não quero ficar para trás, quero estar no mesmo nível, ou até mesmo acima, dessas pessoas.
Enfim amigos, preciso de ajuda. Me ajudem!
submitted by JamesFletcherBR to brasil [link] [comments]


2020.10.05 04:17 tantofazUU Não consigo beijar pessoas

Bom, felizmente não tenho problemas com minha aparência, sempre ouvi que sou bonito, porem não consigo me relacionar com nenhuma menina. Já cheguei a pensar que posso ser gay, mas de maneira alguma sinto atração sexual por homens (já tentei com vídeos e fotos).Como citei anteriormente não sou feio, e isso me ajuda na parte de conseguir alguém, porquê realmente é bem fácil pra quem deu sorte em nascer com o padrão de beleza da sociedade, porem meus problemas começam assim que consigo "conquistar" a pessoa.
Já beijei antes e foi """""legal""""" meio que eu não queria, porem meus amigos todos já haviam beijado, e sabe como é, não é legal ser o "virjão" da galera.
No momento anterior ao beijo eu quase morri de vergonha e medo, mas a garota entendeu e me "ajudou" (no caso ela me roubou um beijo), e isso fez com que eu me solta-se e continuasse o processo.
Mas se passaram quase 2 anos desde o beijo e até agora não consegui beijar novamente. Sinto que vou beijar mal ou algo assim, mesmo a garota anterior ter me elogiado.
Se alguém mais experiente já passou por isso e quiser me dar umas dicas eu agradeceria, e obrigado por ter lido até aqui :)
submitted by tantofazUU to desabafos [link] [comments]


2020.10.04 23:42 Diogobflores OI GENTE, VOU CONFESSAR UMA COISA...

Ontem, eu estava conversando com uma menina amiga minha no EAD, a gente estava fazendo um trabalho em grupo, quando eu tinha perguntado se ela tinha alguém em vista para ficar. E ela disse que não, eu SEMPRE gostei dela desdeo sétimo ano. Eu não consigo dormir sem pensar nela, eu gostaria de falar, mas eu nao tenho coragem o suficiente, pois sou timido e tenho sérios problemas de me interagir com os outros. Ela tinha me chamado para ver um anime chamado Code Geass com ela, estávamos em seu sofá e sem perceber ela estava com o corpo dela apoiado ao meu, de conchinha. Conseguia sentir o calor dela em mim, e me senti muito bem. Gostaria de falar o que ela e para mim, vocês poderiam me falar como eu posso chegar até ela e me expressar? Agradeço pela ajuda desde já! <3
submitted by Diogobflores to RepublicaDasLolis [link] [comments]


2020.10.04 02:59 heartless2000 Eu deveria terminar meu namoro?

a historia é longa mas vou tentar resumir:
Estou em um relacionamento a tres anos onde sempre deu tudo certo. Em maio desse ano eu acabei entrando no facebook do meu namorado e baixei uma conversa que ele tinha com uma menina chamada "Mariana". Eles conversavam no facebook de 2011 ate 2015 e tiveram um relacionamento mais serio em 2015. Apesar de isso tudo ter ocorrido muito antes da gente se conhecer(nos conhecemos em 2017) eu fiquei com uma pulga atras da orelha por dois motivos: 1 - ela é muuuito bonita e 2 - ele sempre deixou claro pra mim que eu fui a primeira namorada dele. Na conversa do facebook ficava nítido o quanto ele gostava dela e como ele ficou triste quando ela n quis levar o relacionamento pra frente pelo motivo de "ainda sou muito nova e quero aproveitar mais". Pouco tempo depois disso ele até tentou se matar mas n sei se tem algo a ver com essa menina.
Até ai vc deve estar me achando maluca e possessiva ne? Afinal, tudo isso aconteceu antes de nos conhecermos e eu nem deveria mexer nas coisas dos passado. O ponto é que fiquei com aquilo na cabeca e fui perguntar a ele sobre ela. Perguntei se durante o nosso namoro ele havia tido algum contato com ela e ele negou. Perguntei mil vezes e ele negou.
A questão é que fiquei desconfiada e acabei fazendo algo que nao me orgulho: peguei o celular dele enquanto ele dormia e fui atras de mensagens com ela no whatsapp. O fato é que ele havia mentido pra mim: eles conversavam sim durante nosso namoro e isso me deixou muito mal. Exportei toda a conversa(QUE ESTA ALI NO FINAL, SE VC QUISER LER) e no outro dia perguntei pra ele novamente se ele falava com ela. Implorei na verdade e ele continuava mentindo, dizendo que eu deveria acreditar nele. Ele so admitiu quando eu falei que havia acessado o celular dele.
Depois disso demos um tempo de 1 mes mas ele sempre insistiu pra continuarmos. Falava que aquelas conversas nao significavam nada e que ele somente respondia quando ela chamava ele. disse que gostava de ver ela sofrendo porque ela havia feito ele sofrer no passado.
Enfim, se vc leu ate aqui agradeço muito. Eu realmente n sei se devo continuar ou nao pois ele mentiu muito pra mim.

Por favor, me de a sua opinião.

Vcs confiariam novamente se estivessem no meu lugar?
Voce conversa com sua/seu ex? Se sim, por quê? é realmente sem sentimento nenhum?

---------------------------------CONVERSA QUE ELES TIVERAM NO WHATSAPP-------------------------
11/05/2020 13:22 - As mensagens e chamadas desta conversa estão protegidas com a criptografia de ponta a ponta. Toque para mais informações.
11/05/2020 13:22 - Mariana: E aí
11/05/2020 13:22 - Mariana: Como é que cê tá?
11/05/2020 13:37 - Joao: Heey, to bem você?
11/05/2020 13:38 - Mariana: Também
11/05/2020 13:38 - Mariana: Não estou bebada e tbm não acabei de levar um chifre
11/05/2020 13:38 - Mariana: hahahaha
11/05/2020 13:38 - Joao: Olha, isso é novidade hahah
11/05/2020 13:38 - Joao: Estranhei pelo horário, estar bebada agora seria meio estranho
11/05/2020 13:39 - Mariana: hahahahah
11/05/2020 13:39 - Mariana: To trabalhando
11/05/2020 13:39 - Mariana: e ontem lembrei de você
11/05/2020 13:39 - Mariana: e aí vim especular sua vida
11/05/2020 13:39 - Mariana: Na realidade, eu queria te perguntar uma coisa
11/05/2020 13:39 - Mariana: É pessoal, mas acho ok
11/05/2020 13:40 - Joao: Certo, o que é?
11/05/2020 13:44 - Mariana: Naquela época que tínhamos uma relação, você havia comentado que sofria de um transtorno de agressividade
11/05/2020 13:44 - Mariana: Lembra?
11/05/2020 13:44 - Mariana: Inclusive, pouco tempo depois tu ficou internado
11/05/2020 13:45 - Joao: Não, não era transtorno de agressividade, era boderline
11/05/2020 13:45 - Joao: Pq?
11/05/2020 13:47 - Mariana: O que é isso?
11/05/2020 13:47 - Mariana: Cara, pq eu precisava de certos acompanhamentos
11/05/2020 13:48 - Mariana: Eu sei que sou uma pessoa extremamente ansiosa, mas em alguns momentos de irritação - ainda que por motivos bem pequenos - eu tenho uma reação desproporcional
11/05/2020 13:48 - Mariana: E me sinto muito violenta
11/05/2020 13:48 - Mariana: Claro, não chego a fazer nada
11/05/2020 13:48 - Mariana: Mas a vontade é imensaa
11/05/2020 13:49 - Joao: Então, Boderline é um transtorno de personalidade, é um agregado de coisas
11/05/2020 13:50 - Joao: Para o diagnóstico do transtorno de personalidade limítrofe, os pacientes devem ter

Instabilidade persistente nos relacionamentos, na autoimagem e nas emoções (desequilíbrio emocional), bem como acentuada impulsividade.
Esse padrão é caracterizado por ≥ 5 dos seguintes:

Esforços desesperados para evitar o abandono (real ou imaginado)
Relacionamentos intensos e instáveis que se alternam entre idealização e desvalorização da outra pessoa
Autoimagem ou senso do eu instável
Impulsividade em ≥ 2 áreas que pode prejudicá-los (p. ex., sexo inseguro, compulsão alimentar, dirigir de forma imprudente)
Comportamentos, gestos ou ameaças repetidos de suicídio ou automutilação
Mudanças rápidas no humor, normalmente durando apenas algumas horas e raramente mais do que alguns dias
Sentimentos persistentes de vazio
Raiva inadequadamente intensa ou problemas para controlar a raiva
Pensamentos paranoicos temporários ou sintomas dissociativos graves desencadeados por estresse
11/05/2020 13:55 - Mariana: Hmm
11/05/2020 13:55 - Mariana: Poxa, isso tem martelado na minha cabeça
11/05/2020 13:56 - Mariana: Eu preciso ter mais calma, ou uma hora vou fazer algo que eu possa me arrepender
11/05/2020 13:56 - Joao: Mas tipo, isso é uma coisa, o certo é procurar acompanhamento para te diagnosticarem do jeito certo
11/05/2020 13:56 - Mariana: Não sei explicar, só sei que é algo muito forte e que vem de dentro!
11/05/2020 13:56 - Mariana: Aquele raiva!
11/05/2020 13:56 - Mariana: E depois eu penso, e vejo que é desproporcional sabe
11/05/2020 13:57 - Mariana: É, eu tenho que voltar a fazer acompanhamento
11/05/2020 13:57 - Mariana: Eu tinha achado umaclinica pelo meu plano
11/05/2020 13:57 - Mariana: Só que aí começou a Pandemia, e eu deixei de lado
11/05/2020 13:58 - Mariana: E como até hoje tive apenas 03 crises bem fortes
11/05/2020 13:58 - Mariana: Essas de ansiedade ou pânico, eu acabo deixando sabe
11/05/2020 14:00 - Joao: Entendo, as vezes eu tenho certas crises também, eu voltei pra tratamento agora depois de um bom tempo tentando marcar horário
11/05/2020 14:00 - Joao: Mas não estou mais tomando nada
11/05/2020 14:00 - Joao: Talvez tenha que voltar
11/05/2020 14:01 - Mariana: Que ótimo!
11/05/2020 14:01 - Mariana: Tomara que não precise voltar para o tratamento medicamentoso, mas se precisar, também não é o fim do mundo né
11/05/2020 14:02 - Mariana: Infelizmente esses problemas psicológicos tem se tornado cada vez mais comum
11/05/2020 14:15 - Joao: Pois é, também espero que não, sempre me senti estranho tomando. Não parecia ser eu, além disso tinham efeitos colaterais bem chatos
11/05/2020 14:17 - Mariana: Faz parte...
11/05/2020 14:17 - Mariana: Na minha volta bastante gente precisa se submeter e tais tratamentos
11/05/2020 14:18 - Mariana: Mas enfim! Como está a vida? Está aqui em SJP? Aulas suspensas?
11/05/2020 14:23 - Joao: Restrita, apesar de eu não ter parado de trabalhar
11/05/2020 14:24 - Joao: Estavamos imprimindo máscaras para o pessoal da saúde de Joinville e Curitiba
11/05/2020 14:24 - Joao: Mas as aulas pararam, só estou tendo EAD por enquanto, e por ai?
11/05/2020 14:27 - Mariana: EAD também!
11/05/2020 14:27 - Mariana: Escritório voltou semana passada
11/05/2020 14:27 - Mariana: Mas antes disso estávamos trabalhando em casa
11/05/2020 14:29 - Joao: Foda, aqui não tem previsão das aulas voltarem
11/05/2020 14:31 - Mariana: É, aqui disseram que retornaria em agosto
11/05/2020 14:31 - Mariana: Mas não sei em...
11/05/2020 14:31 - Mariana: Que situação, né?
11/05/2020 14:32 - Joao: Pois é, era pra estar mais controlado, mas o presidente não ajuda muito kk
11/05/2020 14:33 - Mariana: Não ajuda em nada! Estou preocupada com o que pode acontecer ainda
11/05/2020 14:34 - Mariana: Se passarmos por mais um impeachment é de se discutir a própria democracia né
11/05/2020 14:34 - Mariana: Pois ao que parece não está funcionando para eleger representantes
11/05/2020 14:34 - Joao: Sim, essa instabilidade total piora situações como ansiedade
11/05/2020 14:35 - Joao: Se passarmos por mais um nossa economia vai demorar mais de uma década pra ser recuperar, ninguém investe em um país que troca de presidente como troca de camiseta
11/05/2020 14:36 - Mariana: Com certeza...
11/05/2020 14:37 - Mariana: Poisé, mas tudo caminha para isso né
11/05/2020 14:38 - Mariana: Até pq inquerito já foi instaurado
11/05/2020 14:38 - Mariana: O cara também é bem burro né, não dá uma dentro!
11/05/2020 14:39 - Mariana: As vezes me arrependo de ter feito direito, sabia?
11/05/2020 14:39 - Mariana: Com outra profissão eu teria chance de tentar a vida em outro país
11/05/2020 14:40 - Joao: Eu to pensando, quando me formar acho que vou pro Canadá
11/05/2020 14:40 - Joao: Sim, todo dia uma atrás da outra
11/05/2020 14:41 - Mariana: Eu iria
11/05/2020 14:41 - Joao: Uma amiga conseguiu validar o diploma dela de engenharia quimica
11/05/2020 14:41 - Mariana: Eu não gosto que falem mal do país, sei que em todos os lugares existem problemas - culturais, políticos..
11/05/2020 14:41 - Joao: Creio que engenharia mecanica de boa também
11/05/2020 14:41 - Mariana: Mas porra, virou bagunça!
11/05/2020 14:41 - Mariana: Virou putaria bater panela
11/05/2020 14:42 - Mariana: Ué? não era de avião?
11/05/2020 14:42 - Joao: Então hahaha
11/05/2020 14:42 - Mariana: kkkkkkkkk
11/05/2020 14:42 - Mariana: Indeciso em!!???
11/05/2020 14:42 - Joao: Mudei da UFSC pro IFSC, pra conseguir trabalhar de dia
11/05/2020 14:42 - Joao: Na UFSC não tinha como trabalhar e estudar
11/05/2020 14:43 - Joao: Ai mudei pra engenharia mecânica no IFSC a noite, aqui em Joinville também
11/05/2020 14:43 - Joao: Mas não perdi quase nada, matei várias matérias
11/05/2020 14:43 - Mariana: Já pensou as suas entrevistas de emprego?
11/05/2020 14:43 - Mariana: Hahahahah
11/05/2020 14:43 - Mariana: Ah, comecei com o curso x, depois migrei para y, depois z, depois x novamente
11/05/2020 14:44 - Joao: A eu nem falo nada hahaha
11/05/2020 14:44 - Mariana: Hahahahahha
11/05/2020 14:44 - Mariana: E tu se forma quando?
11/05/2020 14:44 - Joao: Antes do COVID era pra ser uns 2 anos haha
11/05/2020 14:44 - Joao: agora já não sei mais
11/05/2020 14:44 - Joao: e vc?
11/05/2020 14:44 - Mariana: Último ano
11/05/2020 14:45 - Mariana: Ano que vem já sou bacharel ahahha
11/05/2020 14:45 - Mariana: Bacherel é quando se forma, né?
11/05/2020 14:45 - Mariana: E sou 1/2 advogada
11/05/2020 14:45 - Mariana: Falta a segunda fase, sabe lá Deus quando será!
11/05/2020 14:46 - Joao: Da OAB?
11/05/2020 14:46 - Mariana: Eu sou indecisa para a vida, relacionamentos e compras
11/05/2020 14:46 - Mariana: Para o curso tem se mantido ahahha
11/05/2020 14:46 - Mariana: Uhum
11/05/2020 14:47 - Joao: Então, na real eu ia manter, mas com a situação financeiro dos meus pais complicou eu resolvi tomar as rédias. Meus pais já estão cansados, não quero que fiquem me bancando kk
11/05/2020 14:48 - Joao: Que massa!
11/05/2020 14:48 - Mariana: É, eu imagino! É bom você trabalhar, já vai entrando no meio né.
11/05/2020 14:48 - Joao: Parabéns, a segunda fase tu vai tirar de letra tbm
11/05/2020 14:48 - Mariana: Cara, eu tinha tantas expectativas para esse ano, mas o COVID atrapalhou muito
11/05/2020 14:48 - Mariana: Por isso ando desanimada, sabe?
11/05/2020 14:48 - Joao: Nem me fale... kkk
11/05/2020 14:48 - Mariana: Deus lhe ouça
11/05/2020 14:49 - Mariana: Eu consegui monitoria com a professora que eu mais admiro
11/05/2020 14:49 - Mariana: E ela desenvolve várias pesquisas, já conhece professores de federal e tal
11/05/2020 14:49 - Mariana: Esta fazendo doutorado
11/05/2020 14:49 - Mariana: E eu quero muito fazer mestrado
11/05/2020 14:49 - Mariana: Mas uma pós na federal já vale
11/05/2020 14:49 - Mariana: Então, queria ficar ali no meio né
11/05/2020 14:50 - Mariana: Até uma aula eu dei, sabia? ahhaha
11/05/2020 14:50 - Mariana: SOZINHA
11/05/2020 14:50 - Mariana: Tinha tudo para ser um bom semestre, nesse sentido
11/05/2020 14:50 - Mariana: Mas.....
11/05/2020 15:25 - Joao: Que isso, ai sim em!
11/05/2020 15:25 - Joao: Ta mandando muito
11/05/2020 15:26 - Joao: Também penso em fazer mestrado, mas as vezes desanimo kk
11/05/2020 15:29 - Mariana: Pq desanimo?
11/05/2020 15:29 - Mariana: Eu preciso aprender uma outra língua
11/05/2020 15:30 - Mariana: Só sei português e merda
11/05/2020 15:30 - Mariana: hahahah
11/05/2020 15:33 - Mariana: Eu gostaria de lecionar, acho muito legal!
11/05/2020 15:33 - Mariana: E na advocacia passa mais credibilidade
11/05/2020 15:33 - Mariana: Só que meu sonho não é advogar
11/05/2020 15:35 - Joao: Ah sei lá, as vezes cansa essa rotina só de estudos
11/05/2020 15:36 - Joao: Eu manjava um pouco de inglês mas tive que aprender mais ainda na marra
11/05/2020 15:36 - Joao: As materias especificas o conteudo que presta é praticamente em inglês kk
11/05/2020 15:36 - Joao: Quer ir pra concurso?
11/05/2020 15:44 - Mariana: É, cansa! Eu imagino...
11/05/2020 15:44 - Mariana: Yes! Queria magistratura e atuar em vara cível
11/05/2020 15:44 - Mariana: Queria não, eu quero
11/05/2020 15:44 - Mariana: Mas não sei se tenho perfil de concurseira
11/05/2020 15:45 - Joao: Ninguém tem até tentar 🙃
11/05/2020 15:46 - Joao: Se tu tirando a OAB de letra tem que tentar sim
11/05/2020 15:46 - Mariana: Ah, vou tentar até meus 35 anos
11/05/2020 15:46 - Mariana: Aí prorrogo até 40
11/05/2020 15:46 - Mariana: Vai que
11/05/2020 15:46 - Mariana: hahaha
11/05/2020 15:47 - Mariana: Demora para sair, ainda mais eu que só vou tentar no sul
11/05/2020 15:53 - Joao: Vai dar boa, tu tem que advogar 3 anos pra poder concursar né?
11/05/2020 15:53 - Joao: Na magistratura
11/05/2020 15:53 - Mariana: Isso! Nesse período eu tento pós e mestrado
11/05/2020 15:54 - Mariana: Até pq conta como título
11/05/2020 15:54 - Mariana: Então, nada é perdido
11/05/2020 15:59 - Joao: Verdade, não tem nada a perder, só a ganhar tentando
11/05/2020 16:00 - Mariana: Uhum
11/05/2020 16:00 - Mariana: E o relacionamento?
11/05/2020 16:00 - Mariana: Firme e forte?
11/05/2020 16:00 - Joao: Então, ela ta aqui em Joinville comigo, ta sem aulas e o Banco afastou os estagiarios
11/05/2020 16:01 - Joao: Ai ela ta "morando" comigo faz uns dois meses
11/05/2020 16:01 - Joao: Amanhã a gente faz 3 anos
11/05/2020 16:01 - Joao: E o seu?
11/05/2020 16:02 - Mariana: Caralho, o tempo voa em
11/05/2020 16:02 - Mariana: Ah, o meu as vezes anda e as vezes desanda
11/05/2020 16:02 - Mariana: Ora quero casar e ter filhos, ora quero chutar o balde e ser solteira o resto da vida
11/05/2020 16:03 - Mariana: hahahahaha jeito Mariana de ser
11/05/2020 16:03 - Mariana: Bem decidida, sabe?
11/05/2020 16:03 - Joao: Sei bem haha
11/05/2020 16:03 - Joao: Filhos é uma parada que nem cogitamos haha
11/05/2020 16:04 - Mariana: É que eu quase tive né
11/05/2020 16:04 - Mariana: Dai as vezes da vontade hahaha
11/05/2020 16:04 - Mariana: Mas passa bem rapidamente
11/05/2020 16:04 - Mariana: Qd eu vejo que n
11/05/2020 16:04 - Mariana: não tenho paciência nem com a minha cachorra
11/05/2020 16:05 - Joao: kkkkkkkkkkkk
11/05/2020 16:06 - Joao: É, complicado haha
11/05/2020 16:06 - Joao: Como vão seus pais?
11/05/2020 16:06 - Mariana: A mãe esta em casa
11/05/2020 16:06 - Mariana: Foi suspendido o contrato
11/05/2020 16:06 - Mariana: O pai começou as férias hoje
11/05/2020 16:06 - Mariana: Por enquanto esta ok
11/05/2020 16:06 - Mariana: Ninguem demitido
11/05/2020 16:06 - Mariana: E os seus?
11/05/2020 16:07 - Joao: Suspenderam a licitação da obra que meu pai estava indo em Maceio
11/05/2020 16:07 - Joao: E agora os dois estão em casa kk
11/05/2020 16:09 - Mariana: Af, é foda para eles né
11/05/2020 16:09 - Mariana: Sua mãe chegou a inciar o restaurante no caminho do vinho?
11/05/2020 16:09 - Joao: Não, deu uma parada, ela andava meio mal
11/05/2020 16:09 - Joao: Agora segurou por conta do covid
11/05/2020 16:09 - Mariana: Depressão?
11/05/2020 16:10 - Joao: Uhum
11/05/2020 16:12 - Mariana: Eita, e ficar parado em casa só piora, né?
11/05/2020 16:15 - Joao: Uhum, ela ta tentando estudar outras coisas devagarzinho
11/05/2020 16:18 - Mariana: A mãe eu plantei ideia de fazer empedão para vender
11/05/2020 16:18 - Mariana: Pelo menos ela ocupa a cabeça
11/05/2020 16:18 - Mariana: E ainda lucra um pouco
11/05/2020 16:18 - Mariana: E eu ainda como toda semana hahahaha
11/05/2020 16:19 - Joao: hahahah
11/05/2020 16:19 - Joao: stonks
11/05/2020 16:19 - Mariana: o que é isso?
11/05/2020 16:28 - Joao: É um meme haha
11/05/2020 16:30 - Joao: É tipo quando você mostra solução pra algo de uma maneira diferente inédita
11/05/2020 16:30 - Joao: Meio difícil de explicar hahaha
11/05/2020 16:32 - Mariana: Hmmm
11/05/2020 16:32 - Mariana: Entendi 🤔
11/05/2020 16:41 - Joao: E suas irmãs, como estão?
11/05/2020 16:44 - Mariana: Ah nega continua na loja
11/05/2020 16:44 - Mariana: a*
11/05/2020 16:44 - Mariana: Passou na primeira fase junto comigo
11/05/2020 16:44 - Mariana: Diz que vai tirar a OAB
11/05/2020 16:46 - Joao: Mas ela ja se formou né?
11/05/2020 16:47 - Mariana: Aham, ano passado
11/05/2020 16:47 - Mariana: Não sei o que ela vai fazer da vida
11/05/2020 16:48 - Mariana: Diz que quer ser delegada
11/05/2020 16:48 - Mariana: Mas não estuda
11/05/2020 16:48 - Mariana: A Daiana ainda mora em SP e esta casada, a um tempinho já
11/05/2020 16:48 - Mariana: A Luana continua bem e está no segundo ano de BJ (mesmo ano em que a gente ficava)
11/05/2020 16:48 - Mariana: O tempo voa, né?
11/05/2020 17:15 - Joao: Nossa, já??
11/05/2020 17:15 - Joao: Sim, muito haha
11/05/2020 17:15 - Mariana: Poisé
11/05/2020 17:15 - Mariana: Eu ainda não me toquei ahahaha
submitted by heartless2000 to desabafos [link] [comments]


Jean Paulo ajuda menina a realizar o sonho de conhecer as Cataratas Marillia Mendonça pede ajuda para menina com câncer humilhada por Mc Gui 'Gente peço ajuda de vcs' Menina de 10 anos sonha em ter 'escola ambulante' para ... Ela precisa de ajuda...... (Salve a Garota) - YouTube ajuda a menina muda garai - YouTube Ajuda as Meninas - YouTube Cachorro ajuda menina autista a não se agredir em crise ...

Menina RICA Ajuda Menina POBRE a Achar sua Mãe -CAPITULO 2 ...

  1. Jean Paulo ajuda menina a realizar o sonho de conhecer as Cataratas
  2. Marillia Mendonça pede ajuda para menina com câncer humilhada por Mc Gui 'Gente peço ajuda de vcs'
  3. Menina de 10 anos sonha em ter 'escola ambulante' para ...
  4. Ela precisa de ajuda...... (Salve a Garota) - YouTube
  5. ajuda a menina muda garai - YouTube
  6. Ajuda as Meninas - YouTube
  7. Cachorro ajuda menina autista a não se agredir em crise ...
  8. A MENINA DE BRANCO NÃO QUER AJUDA - YouTube

ps: Esse era um vídeo que gravei pro canal 1 há uns 3 meses. Desisti de postar lá e estou postando pra vcs agora só que no canal 2. Não devia ter explicado t... Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. A pequena Marina, de apenas 10 anos, dá aula de solidariedade ensinando crianças carentes. A Hora do Faro ajudou a menina a realizar o sonho de ter uma 'esco... No Já Pode Sonhar, Jean Paulo ajuda Rebeca a realizar o sonho de conhecer as Cataratas do Iguaçu e o Parque das Aves. Para assistir ao conteúdo na íntegra, acesse PlayPlus.com. Enjoy the videos and music you love, upload original content, and share it all with friends, family, and the world on YouTube. E ai galera beleza! Me sigam nas redes sociais, links a baixo: CANAL DO JULIO: https://bit.ly/2BDO4Nk INSTAGRAM LUAN : http://bit.ly/2iQueHx FACEBOOK LUAN : ... Marillia Mendonça pede ajuda para menina com câncer humilhada por Mc Gui 'Gente peço ajuda de vocês '. A cantora Marilia Mendonça postou em suas redes sociais, uma mensagem pedindo ajuda para ... #Autismo #Cachorro #Emoção Vídeo: Reprodução Instagram Marcos Mion.